QUEM É VOCÊ NESSA VIDA?

Como inicia o livro da sua vida? Quantos idiomas ele está sendo escrito? Tem ação, romance, dores ...? Quem é o protagonista dessa história? Você?... O que é a vida? A pergunta que nos persegue desde o início dessa caminhada, essa tal vida, mas do que adianta questionarmos o que ela significa se não sentirmos, vivenciarmos as experiências que ela dispõe. As vezes nos preocupamos em sermos inteligentes, interessantes, lindos, ou pelo menos parecermos, mas o que realmente somos?

Perdidos em nosso próprio engano.
Pergunte-se AGORA “QUEM SOU EU NESSA VIDA?”  Mais alegrias dos que Tristezas, mais “eu sei” do que eu “Te Entendo”, mais selfies e menos abraços, mais eu quero ter do que eu sou? Mais minha fé e menos o inferno são os outros? Mais pseudo-perfeição e menos angústias?
Somente uma pessoa nessa terra poderá responder a esse questionamento, e sabe o que mais engraçado, ela está nesse momento lendo esse mix sem sentido de palavra...QUEM É VOCÊ NESSA VIDA? 

VENHA DESCOBRIR UM "VOCÊ" AINDA ADORMECIDO!

4º FRAGMENTO DA SÉRIE REVIVIFICAÇÃO

AUTOGNOSE - OLHAR PARA SI PARA CONHECER-SE

SÁBADO, DIA 13/07/2019, ÀS 17H30, IGREJA DO ESPÍRITO SANTO.  
Iai gente, tudo bom? Hoje, na nossa penúltima noite de trezena, fomos marcados com firmeza pela chuva, para abençoar os casais que se fizeram presentes nessa noite. Em clima de muito amor, de união, de família, iniciamos assim nossa 12° noite do trezenário, que teve a celebração eucarística presidida pelo nosso bispo Dom João, e o sub-tema: "Santo Antônio e a família".

Essa data 12/06, nos motiva ainda mais para participar da trezena, pois estaremos rezando para Santo Antônio, que acabou sendo levado equivocadamente como santo casamenteiro kkkkkkk. Primeiramente venho desejar felicidades para os casais que nos seguem nas redes sociais, compartilhem mesmo o amor de vocês, pois o mundo precisa disso, o amor liberta, alivia, traz paz e segurança para quem é amado. Mas, sem mais delongas, vamos ao resumo do que foi dito na missa de hoje.

Em sua homilia, Dom João, falou a princípio sobre a família, que ela é sagrada pois foi criada por Deus para ser a base de toda a sociedade e que devemos sempre nos preocupar e zelar por ela, mas não somente a nossa, como as outras famílias também.

 Devemos ser sal e luz para o mundo que tanto precisa de amor, de respeito, de equidade, de consciência, de liberdade, para que assim nós possamos viver em mundo melhor, e torná-lo melhor para aqueles que ainda estão por vir. Por fim, espero que vocês estejam atentos às nossas redes sociais (Instagram e Facebook) para que possam assistir as transmissões feitas ao vivo, e também fiquem ligados aqui no site para conferir as fotos e resumos das 13 noites, fiquem com Deus.

Paz e Bem!

Texto: Laryssa Santos
Fotos: Joao Marcos









































Iai gente, tudo bom? Já estamos na reta final da nossa Trezena, e a noite do dia 11/06 (terça-feira) foi presidida pelo Frei Marconi Lins, o reitor do Santuário de São Francisco das Chagas de Canindé - CE. O sub-tema foi: "Santo Antônio e a Ordem dos Frades Menores.

Em sua homilia, o Frei Marconi Lins, falou muito sobre a esperança, esse ato tão grandioso e símbolo de fé, ao qual Santo Antônio é fortemente remetido e explicou um pouco também sobre o santo mártir do dia: São Barnabé. Esse santo, Barnabé, evangelizou comunitariamente, e o Espírito Santo contou com ele para que outro apóstolo exercesse o ministério: São Paulo. “Então Barnabé o tomou consigo, levou-o aos apóstolos e contou-lhes como Saulo tinha visto no caminho, o Senhor, que falara com ele, e como, na cidade de Damasco, ele havia pregado, corajosamente, no nome de Jesus. Daí em diante, Saulo permanecia com eles em Jerusalém e pregava, corajosamente, no nome do Senhor.” (Atos 9,27-28)

Durante a leitura do evangelho podemos analisar o ato da confiança, quando diz: "Não leveis ouro nem prata nem dinheiro nos vossos cintos; nem sacola para o caminho, nem duas túnicas nem sandálias nem bastão, porque o operário tem direito ao seu sustento" (Mt 10, 9-10). Acreditais pois, que o Senhor, teu Deus, não lhe deixará desamparado, porque seguir a Cristo é dar tudo pelo tudo.

Então, sejamos como Barnabé foi um dia, um homem de muita fé, a fé da ousadia, a fé intrépida, da confiança, da entrega, da certeza e da convicção de que Deus faz nova todas as coisas.

Paz e Bem!

Texto: Laryssa Santos
Fotos: Iasmin Fonseca e Joao Marcos