EACOR 2018 - Amor de Mãe - COR JOVEM - Grupo de jovens católicos !!!!

COR JOVEM - Grupo de jovens católicos !!!!

" Criatividade a serviço da Evangelização "

COR JOVEM - Grupo de Jovens Católicos

9/13/2018

EACOR 2018 - Amor de Mãe




Iai gente, tudo bem? Se preparem que ja vem mais um spoiler sobre o Eacor e dessa vez, será sobre o meu tema: o amor de mãe, acho que esse tema se encaixou perfeitamente e será uma honra falar sobre ele.

 Mãe... Tão simples palavra mas tão grande o serviço. Ser mãe, quem sabe, um dia. Um amor que gera vida. Grande exemplo de mulher, forte o suficiente para sofrer tudo aquilo que o parto proporciona, e apesar das dores, o seu amor é capaz de transbordar de tão gigante que é.

Imagina que louco, um dia mulher, no outro mãe. Que mudança. Quanta coragem, alguns dizem. Mas, o que é ser mãe? Talvez vocês pensem que é algo fácil de descrever, mas se pararmos pra observar pode até ser mesmo sabe, entretanto o mais difícil é viver o que elas vivem. Ah, as mães! Um ser de luz.
Com o passar do tempo as roupas ficam apertadas demais para caber com aquele barrigão, os pés incham, as dores aumentam, e os chutes? Nem se falam. Se for menino já dizem logo que vai ser jogador de futebol. Quanto as meninas, dizem que são mais calmas, mas acho que eu fui uma exceção kkkkk.

Mãe é aquela que se levanta a qualquer horário ao escutar o choro de seu filho e atende rapidamente as suas necessidades. Ser mãe é trabalhar 24 horas sem parar. As vezes nem tempo para cuidar dela mesma tem, mas depois  tudo se ajeita, ela é forte, capaz,  determinada.

Mas, como explicar esse amor? Como explicar essa entrega? Como explicar o período de 9 meses que elas passam aguardando a chegada de um serzinho tão pequeno, que não importa o grau da dor, mas ver seu nascimento já supera tudo?

Como dizia uma autora chamada Ananda Urias: "Ser mãe dói, dilacera, engrandece, machuca, ensina." Porque é isso, exatamente isso que explica o que é amor de mãe. Recordo de uma frase marcante que teve no E.S. do dias mães: "O amor de mãe é uma amostra do amor de Deus". Pois assim como Ele se entregou sem pensar, nos amou sem medidas, sofrendo todas as dores, sendo chagado, ferido, coroado de espinhos, açoitado e crucificado, a nossa mãe por mais que pareça louco, seria capaz do mesmo.

Refletindo sobre isso me questionei:  quantas mães descobrem no meio da gravidez um alto risco para o parto, mas preferem da à vida ao filho, mesmo que o preço seja pagar com a sua própria vida? Não vim falar sobre quem morre ou nasce, mas de entrega, de amor, é triste, agunstiante essa situação, mas se existe por que não falar? Esse amor é capaz de tudo mesmo.

A maternidade é algo incrível, algo puro, até nisso Deus é perfeito, para muitos ser mãe é algo mais superficial, não precisa de tudo isso, mas as verdadeiras mães sabem, o quanto a realidade que vivem machuca, mas aprendem todos os dias que é assim que se vive o verdadeiro amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad