[REPERCUSSÃO] CNBB lembra tragédia do rompimento da barragem de Fundão - COR JOVEM - Grupo de jovens católicos !!!!

COR JOVEM - Grupo de jovens católicos !!!!

" Criatividade a serviço da Evangelização "

COR JOVEM - Grupo de Jovens Católicos

11/08/2016

[REPERCUSSÃO] CNBB lembra tragédia do rompimento da barragem de Fundão

Arte: @hypeness_combr
Um ano depois de uma das maiores tragédias ambientais do Mundo que ceifou 17 vidas humanas e que decretou a morte de um rio e todas as espécies que lá habitavam, que comoveu toda a sociedade promovendo incessantes debates e mobilizando todo Mundo. E um ano depois  o que restou ? Por onde andam aquelas pessoas que logo alteraram suas fotos do Facebook em sinal de indignação e revolta sobre o fato, talvez outras tragédias desse mundo tragicômico que vivemos nos façam esquecer que as grandes mazelas duram mais do que uma semana, duram anos, duram vidas inteiras. 
DRNO
A seguir vejam a Nota Oficial emitida pela CNBB
leia abaixo a nota na íntegra:
Nota sobre um ano da “Tragédia de Mariana”

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, por intermédio de sua Presidência, traz à memória a tragédia que causou inúmeras vítimas, com o rompimento da Barragem de Fundão, no distrito de Bento Rodrigues, município de Mariana – MG, no dia 5 de novembro de 2015.
As consequências, ainda em curso, alastradas por comunidades e cidades de Minas Gerais e do Espírito Santo, chegam até o Oceano Atlântico, causando danos socioambientais, econômicos e culturais incalculáveis. Um ano depois, constata-se que, a bacia Rio Doce ainda está longe de apresentar os desejáveis sinais de recuperação.
Esse acontecimento não pode ser esquecido nem banalizado. A imensidão de lama, de rejeitos de minério da barragem rompida, ao atingir as famílias, levou consigo suas casas, seus meios de sustentação e, na sua face mais cruel, a própria vida de dezenove pessoas. Nossa voz faz ecoar o grito dos que clamam pela apuração dos fatos, responsabilização dos culpados e justa indenização dos atingidos.
Fazemos nossas as palavras de Dom Geraldo Lyrio Rocha, Arcebispo de Mariana, colocando-nos ao lado das vítimas “para que tenham seus direitos respeitados, sua dignidade reconhecida, seus bens ressarcidos e seu protagonismo considerado na busca de soluções que atendam a seus legítimos interesses” (Encontro Nacional dos Movimentos Populares, Mariana, 03/06/2016).
Convidamos nossas comunidades a permanecerem unidas na oração em favor dos atingidos por essa tragédia, pedindo a Deus que os fortaleça na busca dos seus direitos, contando com a intercessão materna de Nossa Senhora Aparecida.
Brasília, 04 de novembro de 2016.
Dom Sergio da Rocha
DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad