Grupo de Católicos pedem que a Igreja se posicione contra o PT na Assembleia Nacional dos Bispos - COR JOVEM - Grupo de jovens católicos !!!!

COR JOVEM - Grupo de jovens católicos !!!!

" Criatividade a serviço da Evangelização "

Post Top Ad

Responsive Ads Here

Grupo de Católicos pedem que a Igreja se posicione contra o PT na Assembleia Nacional dos Bispos

Share This

ÀS VÉSPERAS da 54ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (6 a 15 de abril/2016), em Aparecida, SP, o movimento católico “Legislação e Vida”, coordenado pelo Prof. Hermes Rodrigues Nery desde 2005, divulgou um carta aberta aos bispos do país cobrando uma “posição clara e firme em relação aos graves danos que o PT causou à Igreja Católica e à nação brasileira nestas últimas décadas, especialmente nos últimos 13 anos à frente do governo”.


O documento, assinado por Nery, foi publicado no último dia 29 no site de petições online Citizen Go e se aproxima das dez mil assinaturas (veja e assine a petição aqui).

A carta não cita explicitamente o impeachment da presidente Dilma Rousseff, mas Nery se declara como defensor do processo de deposição, por motivos óbvios.

“Hoje, além de política e econômica, a crise no Brasil é moral. O PT chegou a um ponto que não dá para defender, do ponto de vista moral”, disse. A Igreja Católica, segundo ele, não pode ficar omissa diante do atual momento do país.

O documento não é direcionado à CNBB como organismo, mas sim a cada bispo individualmente. Chama a atenção para a forte atuação do “clero progressista” da entidade, complacente e até incentivadora do “ideário socialista” do PT, “que emergiu com a bandeira da ética para chegar ao poder e depois dilapidar o Estado brasileiro, aparelhando as instituições e implementando as agendas antivida, antifamília e abortista”.

O texto, com muita propriedade, lembra o triste fato de que o PT chegou “aonde chegou com a conivência, a cumplicidade, a omissão (e até o favorecimento) de muitos bispos, seduzidos pela retórica do populismo e pela demagogia” e afirma que faltou aos integrantes coragem para “denunciar o partido como revolucionário, de ideário socialista, aliado de governos comunistas e ditatoriais”. Ao final deste artigo reproduzimos a íntegra da carta aberta feita em nome dos leitos católicos e com a qual nos identificamos profundamente.

A 54ª Assembleia Geral da CNBB tem como tema central “Cristãos leigos e leigas na Igreja e na sociedade”. Durante o encontro em Aparecida, que terá a participação de cerca de 320 bispos de todo o país, serão discutidas as diretrizes da igreja no Brasil.


Petição dirigida aos Sr.s Bispos do Brasil

Em meio à grave crise política, econômica, institucional e, acima de tudo profundamente moral, nós, católicos, recorremos a cada membro do episcopado brasileiro, para que em cada Diocese haja uma posição clara e firme em relação aos graves danos que o Partido dos Trabalhadores (PT) causou à Igreja Católica e à nação brasileira nestas últimas décadas, especialmente nos últimos treze anos à frente do governo. Um partido que chegou aonde chegou com a conivência, a cumplicidade, a omissão (e até o favorecimento) de muitos bispos, seduzidos pela retórica do populismo e pela demagogia.

Desde o início, era preciso ter havido coragem para denunciar o PT como um partido revolucionário, de ideário socialista, aliado de governos comunistas e ditatoriais (especialmente Cuba), que emergiu com a bandeira da ética para chegar ao poder e depois dilapidar o Estado brasileiro, aparelhando as instituições e implementando a agenda anti-vida e anti-família das fundações internacionais, a agenda abortista, etc. Tudo isso com a complacência do clero progressista da CNBB, e através de ONGs e pastorais atuando no seio da igreja, dos 'teólogos' da libertação e de toda sorte de infiltrados.

Faltou coragem a muitos bispos do Brasil, firmeza e fidelidade ao Magistério: ao não alertarem os fiéis do risco de excomunhão — e do risco à própria salvação — aos que apoiavam o PT (Catecismo da Igreja Católica, n. 2246); ao não denunciarem o projeto de poder totalitário do Foro de São Paulo (que Lula fundou e implantou com Fidel Castro); e, ainda, ao não rejeitarem o projeto utópico da 'Pátria Grande' socialista sendo construído pela UNASUL com a simpatia e apoio de vários bispos.

Hoje, os fatos expostos pela Operação Lava Jato estão escancarando ao mundo a verdadeira face do PT, seu modus operandique em tudo contraria os princípios e valores cristãos e as diretrizes da Doutrina Social da Igreja. Por isso, urge que os bispos do Brasil, ainda em tempo, façam o mea culpa por terem permitido ao PT chegar aonde chegou, com as consequências calamitosas no campo político e econômico, mas sobretudo no campo moral e cultural.

Que sigam o exemplo de um Papa, – S. João Paulo II, – que teve a humildade de pedir perdão e rever posturas quando necessário. E que nesta Páscoa possamos, à luz do Evangelho, “Caminho, Verdade e Vida”, ressuscitar como povo católico, verdadeiramente sal e luz para o Brasil, coração do Continente da Esperança.

Hermes Rodrigues Nery, coordenador do Movimento Legislação e Vida


fonte: 
http://www.ofielcatolico.com.br/2006/04/catolicos-pedem-que-igreja-se-posicione.html  


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages