Relacionamento: O jovem e a família! - COR JOVEM - Grupo de jovens católicos !!!!

COR JOVEM - Grupo de jovens católicos !!!!

" Criatividade a serviço da Evangelização "

Post Top Ad

Relacionamento: O jovem e a família!

Compartilhe esse Post

As relações familiares se alteraram rápida e profundamente com as transformações na sociedade, no mundo da produção e da cultura. Para sobreviver, a maioria das famílias se vê obrigada a ingressar ativamente no mundo do trabalho. Não só o marido, mas também a mulher e os filhos em que trabalhar garantindo o pão de cada dia. Com isso trazem para casa, além dos reduzidos salários, também os problemas da realidade em que vivem. As constantes migrações (do campo para a cidade, de uma região para outra), a dificuldade de se conseguir moradia, e empobrecimento e o desemprego vão gerando a desagregação de muitas famílias brasileiras.
POUCO ESPAÇO PARA DIÁLOGO E AMADURECIMENTO
Mesmo quando a família se mantem, o jovem não encontra muitas vezes, condições reais para o diálogo e apoio. Igualmente não encontra espaço para amadurecer a sua afetividade, seu relacionamento com os outros, o exercício de sua cidadania e sua vida religiosa. No relacionamento familiar prevalece o machismo o homem é o chefe da casa e tem mais direitos que a mulher. Para os mais pobres a moradia (cortiço, favela…) não favorece o convívio saudável. Todos lutam pelo espaço físico. Os jovens e os pais procuram ficar o máximo de tempo fora de casa.
DIÁLOGO E TELEVISÃO
Além de todo, na maioria das famílias brasileiras, o pouco tempo que resta de convivência, depois do trabalho, da escola, dos afazeres domésticos, é preenchido pela TV. Esta tem um papel ambíguo, proporciona assuntos comuns entre pais e filhos, mas ocupa tão fortemente o espaço familiar quando estão todos juntos que não favorece o dialogo.
CONSEQUÊNCIAS
O jovem, então, que vive momentos de procura e autoafirmação. Não tem na família acompanhamento nem experiência comunitária – de partilha e corresponsabilidade. Passa mais tempo fora que dentro, aprende mais com o grupo de amigos, na escola no trabalho e através dos meios de comunicação e massivamente a internet. Os pais não conseguem acompanhar a linguagem e as novas ideias dos filhos e se calam ou entram em conflito com eles.
CONFLITOS ENTRE GERAÇÕES
A diferença de visão de mundo faz surgir conflitos entre as gerações, desentendimentos, brigas. Tudo isso leva à aversão pela estrutura familiar e a dificuldade em assumir papeis adultos e formar famílias estáveis. Essa situação negativa facilita a concepção em que se admitem relações sexuais separadas dos laços e compromissos familiares. Jovens afirmam serem donas do seu corpo, da sua vida. Querem um filho, mas não necessariamente o casamento e a vida familiar.
SUICIDIO
O suicídio, que vem aumentando seus índices entre os jovens, em muitos casos, é provocado pela falta de apoio da família, principalmente nas situações de grandes desajustes, desemprego, gravidez ou uso de drogas.
E então, como anda seu relacionamento familiar, tudo certo, ou está em conflito? Compartilhe conosco , dê sua opinião. A hora é essa!

FONTE: http://www.paulokampus.com.br/2012/relacionamento-o-jovem-e-a-familia.html

Colaboradora: Thamires Costa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad

Pages