POR QUE A IGREJA CONSERVA A PRÁTICA DO BATISMO DAS CRIANÇAS? - COR JOVEM - Grupo de jovens católicos !!!!

COR JOVEM - Grupo de jovens católicos !!!!

" Criatividade a serviço da Evangelização "

COR JOVEM - Grupo de Jovens Católicos

10/29/2015

POR QUE A IGREJA CONSERVA A PRÁTICA DO BATISMO DAS CRIANÇAS?

197 - POR QUE A IGREJA  CONSERVA A PRÁTICA DO BATISMO DAS CRIANÇAS? 
A Igreja conserva, desde tempos antigos, o Batismo das crianças. Existe uma razão para isso: antes de nos termos decidido por Deus, já Deus Se tinha decidido por Deus, que nos acolhe incondicionalmente. Os pais crentes, que desejam o melhor para o seu filho, desejam para ele também o Batismo, em que a Criança é retirada do influxo do pecado original e do poder da morte. 


O BATISMO das crianças pressupõe que os pais Cristãos introduzam o batizando na fé. É injusto negar o
Batismo à criança por causa de uma liberdade mal-entendida. Assim como não se pode negar o amor a uma criança, com a justificação de que ela própria, mais tarde, se decidirá ou não pelo amor, também seria injusto que os pais crentes negassem ao seu filho a graça de Deus no Batismo. Assim como cada pessoa nasce com a capacidade para falar, embora tenha de aprender a língua, também cada pessoa nasce com a capacidade para crer , embora tenha de conhecer a fé. O Batismo não é, contudo, um enfeite; quando uma criança recebe o Batismo, ela tem de o "ratificar" mais tarde, ou seja, deve confirmá-lo, para que seja fecundo.

98 - DEUS QUIS A MORTE DO SEU PRÓPRIO FILHO?
A causa última da violenta morte de Jesus encontra-se por trás das trágicas condições externas. Jesus foi <<<entregue segundo o desígnio imutável e a previsão de Deus>>> (At 2,23). Para que nós, filhos do pecado e da morte, tivéssemos a Vida, <<a Cristo, que não conhecera o pecado>> (2Cor 5,21). A grandeza do sacrifício que Deus pediu a seu Filho correspondia à grandeza da entrega de Cristo: <<E que hei de dizer? "Pai, salve-me desta hora? "Mas por causa disto é que Eu cheguei a esta hora.>> (Jo 12,27) De ambos os lados encontra-se o amor, que se confirma exteriormente a cruz. 


Para nos salvar da morte, Deus entregou-se a uma missão perigosa: Ele introduziu no mundo da morte um "medicamento de imortalidade" o Seu Filho Jesus Cristo (Santo Inácio de Antioquia).

154 - O QUE ACONTECERÁ QUANDO MORRERMOS?
Na morte, separam-se o corpo e a alma. O corpo decompõe-se, enquanto a alma vai ao encontro de de Deus e espera que, no Juízo Final, seja unida ao seu corpo ressuscitado. 

O "como" da ressurreição do nosso corpo é um mistério. Pode ajudar-nos a entendê-lo a seguinte metáfora: observando um bulbo de tulipa, podemos não reconhecer para quão belíssima flor ele se desenvolverá na terra escura. Do mesmo modo, não sabemos nada sobre o aspecto futuro do nosso corpo novo. São Paulo está, contudo, seguro: <<Semeado desprezível, ressuscita glorioso. >> (1Cor15, 43a)

2- POR QUE DEUS NOS CRIOU? 
Deus criou-nos por livre e desinteressado amor. 

Quando uma pessoa ama, o seu coração transborda. Ela deseja partilha a alegria com os outros. Nisso ela parece-se com o seu Criador. Embora Deus seja um mistério, podemos pensá-lo de um modo humano e dizer que: ELE CRIOU-NOS a partir do "excesso" do Seu amor. Ele queria partilhar a sua infinita alegria conosco, criaturas do Seu amor.



E  o por hoje é só, até próxima quinta com o nosso já tradicionalíssimo YOUCAT RESPONDE. 

" Não temas que a tua vida TERMINE um dia! 
TEME MAIS QUE TE DESCUIDES DE A COMEÇAR BEM" 
[Beato John Henry Newman]



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Bottom Ad